Artigos e Ideias

A Imprensa “Lixo” Ainda é a Melhor Imprensa que Há

Photo: Pexels

Muita gente que fala em “Globo lixo”, “Veja lixo”, etc., se informa por fontes muito menos confiáveis e de menor qualidade. É fato que os grandes veículos têm seus interesses financeiros, corporativos ou ideológicos influindo no que publicam, mas o mesmo se passa com veículos menores ou “alternativos”, e até mais intensamente. E também é fato que se publica muita coisa deliberadamente enviesada nos grandes, às vezes indistinguíveis de pura manipulação — ou, como se diz hoje, fake news.

Tudo isso é verdade, mas o sujeito que grita “Veja lixo” enquanto compartilha notícias de sites como Terra Brasil Notícias, Pleno News, Conexão Política e outros mais, ou tem bem pouca capacidade de discernimento, ou está apenas fazendo propaganda politico-ideológica. O mesmo vale para o sujeito que grita “lixo” do outro lado da cerca e proclama que a verdade se encontra em sites de baixíssima qualidade e nenhuma credibilidade como Brasil 247, Diário do Centro do Mundo, Revista Fórum e outros panfletos.

Não há imparcialidade integral, absoluta, no mundo. É impossível. Mas há deturpação deliberada.

Entre os grandes, há melhores e piores, embora isso seja fluido no tempo. Ultimamente, por exemplo, tenho achado a Folha de S. Paulo uma das piores fontes, entre as grandes (na IstoÉ nem clico mais), por seu excesso de militância — ou de jornalistas militantes — e o Estadão, uma das melhores. Mas jamais me ocorreu deixar de me informar por fontes como essas (e outras, primárias, especializadas, etc.) para me apoiar em sites de gueto. Critico e aponto erros dos grandes em minhas redes sem pena. Já os verdadeiros lixos, ignoro-os ou faço piada.

O problema principal, não está na parcialidade da Veja ou na agenda política da Folha, mas na incapacidade que a maioria dos leitores tem de olhar através da notícia, de separar o joio do trigo, de encontrar o fato escondido na opinião. De que adianta rejeitar a Folha para se informar pela Terra Brasil Notícias ou pelo DCM? Minha recomendação aos revoltados contra a “imprensa lixo” é que tentem avaliar se o que lhes ofende é apenas a parcialidade dos veículos de que não gostam ou sua percepção de que são parciais para o lado errado. 

Inscreva-se em minha newsletter:

Receba artigos selecionados sobre política, cultura e sociedade.

Assinatura recebida!

Verifique seu e-mail e confirme a assinatura do boletim informativo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s